Sarau do dia 24 julho com a presença de Emerson Alcalde com livro (A) MASSA

sexta-feira, 26 de agosto de 2011

No morro a lama não engana...


No morro a lama não engana...
Tens grana?
Denuncio, resposta absurda.
Não me iluda, não me engane.
Tenho RG, CPF e titulo de eleitor, pra quê?
Por quê? Serventia de quê?
Denunciei, aguardei resposta, 
enquanto isso a beira do córrego cheio de bosta.
Choveu, eu vi , observei e avisei, não tiraram o lixo.
Por quê? Será que também somos lixo?
Não me considero assim.
Tem um bairro, comunidade, vidas aqui.
Por favor nos ajudem, se não puder, não nos prejudique mais.


Dimenor





Rodrigo de Oliveira, Dimenor
É poeta, educador social e 
coordenador do Movimento Sem Teto UNAS do Jd. São Savério






Coluna do Jornal Logradouros

Dois barracos foram desapropriados, na manhã do último dia 16, no Jd São Savério, pela Prefeitura de São Paulo. De acordo com ocupantes dessa área, a ação ocorreu de forma pacífica, mas os moradores alegam negligência no serviço de limpeza local. Segundo o líder comunitário Rodrigo de Oliveira, parte do que foi retirado dos barracos foi jogada no córrego ao lado, por funcionários da prefeitura. “ Eles derrubaram os barracos e falaram que depois viriam limpar mais tarde, mas não veio ninguém. Levaram apenas algumas madeiras. Jogaram sofá, vaso sanitário e outros objetos dentro do córrego”, afirma o morador e informa que, no momento da desapropriação, havia duas viaturas da Guarda Civil, duas peruas da Subprefeitura e dois caminhões de limpeza.

Questionados pelo Logradouros Jornal, a regional Ipiranga informou, em nota, que “a desocupação das moradias foi realizada porque os barracos estavam sobre o córrego, em área de risco. As famílias começaram a receber auxílio aluguel em abril deste ano e foram avisadas do prazo para saída das moradias. A retirada de móveis e utensílios é de responsabilidade dos moradores”, esclarece a Sub e afirma que “a limpeza do leito começou nesta quarta-feira, 17”. 
Claudia Rato

Leiam critiquem, apoie...
Pois uma semana se passou e nada foi feito.

quarta-feira, 24 de agosto de 2011

BAITA GROOVE no IPIRANGA!

Banda formada por experientes músicos da noite paulistana, que explora vários ritmos musicais de forma vibrante, com muita energia e competência. Funk, Blues, R&B e Soul, são os principais ingredientes do som dessa Baita Banda. Baixo marcante, bateria precisa, guitarra intensa e vocais envolventes são as principais características dessa banda que faz todo mundo dançar durante suas apresentações. Em janeiro de 2011, a banda gravou sua segunda demo com grandes clássicos da música nacional e internacional.
http://baitagroove.blogspot.com/search/label/Fotos

Lançamento do CD OTRAFITA Vinão alobrasil e Fhael no Sarau Suburbano Convicto






Algumas das fotos que mostram o que rolou no Sarau Suburbano Convicto ontem, Houve 4 lançamentos CD's, livros, Revista, mostrando que a periferia está atuante e a mil.Vários amigos presentes mandando informação e muita poesia. Com apresentação de dança da Pilar que também encantou com sua poesia. Salve Alessandro Buzo estamos juntos.

http://buzo10.blogspot.com/

quinta-feira, 18 de agosto de 2011

Chega de sofrimento na E.E. Dr. Álvaro Comunidade Escolar unida exige o atendimento de suas reivindicações

Grafite no pátio da E.E. Dr. Alvaro de Souza Lima
Sala de aula e o Prof: Sérgio de Sociologia 

Portas sem fechaduras e arrombadas

A maioria das portas quebradas.
Nas salas de aulas todas sem cortinas.




PRINCIPAIS REIVINDICAÇÕES:


- Abertura imediata da sala de informática à disposição de professores e alunos

- Repasse de verbas para realização de obras emergenciais sob o controle da comunidade
- Contratação efetiva de funcionários em quantidade e condições adequadas para atender às necessidades da Escola
- Condições adequadas para os professores realizarem seu trabalho de ensino-aprendizagem


O descaso dos responsáveis pela Educação no Estado e por propiciar as condições adequadas para o ensino-aprendizagem, fizeram com que a situação na E.E. Dr. Álvaro de Souza Lima, no Jardim São Savério, se tornasse absolutamente insuportável, apesar dos enormes esforços de professores, funcionários e muitos pais e alunos.
Nossa Escola foi avaliada como uma das piores do Estado e como sempre tentam jogar a culpa nos professores e na comunidade escolar, quando estamos sendo tratados como cidadãos de quinta categoria.
Mesmo alegando que gastaram mais de R$ 1,5 milhão em reformas na escola; as condições são totalmente precárias, pois há salas sem portas; sem a iluminação adequada; sem qualquer manutenção, com o simples conserto de um portão demorando até meses para ser realizado.
O Estado cortou o repasse de verbas de manutenção da Escola há quase 10 anos, alegando erros na prestação de contas de um ex-diretor, mas quem paga a conta são os alunos e toda comunidade escolar: falta recursos para as necessidades mais elementares do funcionamento da escola.
Não há funcionários suficientes e a rotatividade é imensa por conta da criminosa política de terceirização do governo estadual (na qual os lucros são dos empreiteiros, enquanto os funcionários recebem salários miseráveis). Nesta semana fomos comunicados que a merendeira do noturno será dispensada e mais de 300 alunos ficarão sem a necessária alimentação. Os poucos funcionários que resistem são condenados à um verdadeiro “faz-tudo” e muitas vezes acabam com fadiga e estresse. Não há condições de segurança e higiene adequadas.
Enquanto o Estado faz propaganda de que nossa Escola tem “atendimento prioritário”, em pleno séc. XXI, sequer dispomos de uma sala de informáticanão há laboratório e as aulas são dadas em condições semelhantes às do final do século XIX. Membros da DE Centro Sul, por diversas vezes prometeram providências, mas nada foi feito.
Trabalhando nessas condições super-precárias, os professores - já condenados pelos baixos salários e todo tipo de arbitrariedade promovida pelo governo (como o decreto ditatorial que acaba com as férias de 30 dias) - não têm condições adequadas de trabalho. Os resultados são as doenças ocupacionais, os pedidos de remoção e exoneração, falta de professores substitutos etc. etc. Ninguém consegue trabalhar de forma adequada em tal regime de desumano.
A gota d’água
Agravando essa situação, na semana em que São Paulo encontra-se em estado de alerta por conta da baixíssima umidade do ar, a Escola está há vários dias sem água e, mesmo assim, alunos, professores e funcionários foram submetidos a jornadas “normais”,ficando várias horas na Escola sem água para beber e sem as mais elementares condições de higiene e limpeza. Isso quando o Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE) e a Defesa Civil recomendam o aumento do consumo de água.
Diante dessa situação, professores, alunos, pais e funcionários resolveram se mobilizar e exigir providências imediatas dos órgãos competentes da Secretaria de Educação e do Governo do Estado.
Nossas reivindicações
- Fim do bloqueio das verbas de manutenção da Escola
- Realização das reformas necessárias nas salas de aula e demais espaços
- Imediata instalação e funcionamento da Sala de Informática da Escola;
- Repasse de verbas para solução imediata dos problemas da Escola; com a supervisão da Comunidade Escolar;
- Contratação imediata dos funcionários necessários para o devido funcionamento da Escola;
- Fim dos ataques aos professores: cancelamento da Resolução 44, reposição das perdas salariais e implantação imediata da jornada estabelecida em Lei com 1/3 de horas livres
Um convite a toda Comunidade Escolar
Uma escola pública de qualidade é direito de toda a população e dever do Estado. Ela e só pode ser conquistada por meio da mobilização de todos: estudantes, pais, professores e funcionários, contra aqueles que cortam da Educação, da Saúde e de outros serviços essenciais à população que paga seus impostos para satisfazer os interesses de um punhado de capitalistas sanguessugas e suas máfias políticas.
Para mobilizar toda a Comunidade e exigir das autoridades o atendimento das reivindicações, convocamos a reunião do Conselho de Escola para o próximo dia 19 – sexta feira – às 18h e a realização de um ato público de toda a comunidade para a próxima, terça-feira dia 23, à partir das 18h, seguido de passeata, saindo da frente da nossa Escola a partir das 18:30 horas.
Diante do estado de calamidade pública que atinge a Escola, deliberamos pela suspensão das atividades escolares no período noturno a partir das 20:30 - - todos os dias em que não haja água e condições de higiene adequadas e propomos aos professores, pais e alunos dos demais períodos que não aceitemos tais condições em nenhum dos períodos da escola.

UNIDOS SOMOS FORTES E VAMOS VENCER!


Sandrinha

quarta-feira, 17 de agosto de 2011

Sarau da Ademar... Vamos chegar?


ENDEREÇO: 
RUA FELICIO CINTRA DO PRADO, 152 - ALTURA DO Nº 3670 DA AV. CUPECÊ

SARAU ESPECIAL COM TEMA FOLCLORE
LANÇAMENTO DO LIVRO (A) MASSA
POETA EMERSON ALCALDE
PARA ANIMAR AINDA MAIS ESSE DOMINDO
DEEJAY EDIMILSON
PALAVRA, PODER PARA O POVO!!!


segunda-feira, 15 de agosto de 2011

1º ANO DE SARAU PERIFATIVIDADE!!!

FOI COM MUITA VIBRAÇÃO POSITIVA QUE O SARAU PERIFATIVIDADE COMEMOROU SEU 1º ANO DE EXISTÊNCIA, ATRAÇÕES ESPECIAIS FIZERAM DESSE MOVIMENTO A FESTA IDEAL PARA SE ESTAR NUM DIA DOS PAIS CHUVOSO, NO TEATRO DO CEU PQ. BRISTOL, QUE CONTOU COM OS CURTAS: "CIRCULAR PERIFÉRICO" DE ALESSANDRO BUZO e (DGT) E "CIDADÃO DO MUNDO" DE LIU MR, LOGO APÓS A EXIBIÇÃO TIVEMOS UM DEBATE COM OS PROTAGONISTAS, BEM ESCLARECEDOR QUANTO A PRODUÇÃO E A INTENÇÃO DA PROPOSTA. EM SEGUIDA A POESIA ROLOU SOLTA COM O MICROFONE ABERTO PARA QUEM QUISESSE EXPRESSAR SUA OPINIÃO EM FORMAS DE RIMAS E VERSOS. E FINALIZANDO O SARAU TIVEMOS A APRESENTAÇÃO DO RAP DE LIU MR E O BOM REGGAE ROOTS DA BANDA REPÚBLICA ZION.
REPÚBLICA ZION

Os metais Fabner (Trombone), Nain (Sax) e Fabinho (Trompete)

Gui Drums

Sorteio do KIT CULTURA - PERIFATIVIDADE

Paulo Rams, Silvão e Terno 

Tia Sônia

Tia Sônia e Dieguinho

Boné, Paulo Rams e Biboy

Aranda

Art'Tude Fininho e Osmar 

Biboy

Boné e Luciana

Dimenor

No dia dos pais o paizão Dubode e sua filha.

Debate com Alessandro Buzo "Circular Periférico"  e Liu Mr "Cidadão do Mundo"

Liu MR, foi uma das atrações representando o Rap no Sarau.

Nain em sua leitura.

Tun

Vinão alôbrasil

INCENTIVO A LEITURA é para isso as nossas ações e muito mais...

E QUE VENHA MAIS ANOS COMO ESSE DE VITÓRIAS E RESISTÊNCIA, POIS A LUTA É CONTINUA.

COLETIVO PERIFATIVIDADE É TUDO ISSO E ALÉM DISSO.
PODE PÁ QUE DÁ IMPAR.

SE NÃO FORMOS NÓS QUEM?
SE NÃO FOR AGORA QUANDO? 

sábado, 13 de agosto de 2011

ART' TUDE na área.

Com grande sucesso que finalizamos nossa 1º Oficina de Stêncil e Grafiti no CEU Pq. Bristol, que contou com o mestre Osmar da Crew ART'TUDE. Os alunos da oficina aprenderam a arte e o desenvolvimento dos moldes, expondo suas criações em camisetas e nas paredes da sala 11, destinada a oficina. Nos dias que foram realizadas as oficinas, expomos a história do grafiti e do stêncil no mundo e nas paredes de sampa. Osmar que também desenvolve um trabalho de Grafiti na casa do Hip Hop em Diadema, juntamente com seu tutor Tota, foi o principal expositor dessa arte, que se prolifera e ganha cada vez mais adeptos, espalhando a técnica nos muros da comunidade do Fundão do Ipiranga. 
Mestre Osmar









Agradecemos a todos os alunos presentes que se interessaram pela iniciativa,  ao Fabiano e a gestão cultural do CEU Pq. Bristol, ao programa VAI que apostou em nossa proposta e principalmente a esse coletivo que unindo forças, faz desse lugar um BOM LUGAR, de se morar e viver em prol a arte, cultura e a coletividade.
Esse é Movimento Perifatividade. 

E a REVOLUÇÃO NÃO PARA!!!

Follow by Email