Sarau do dia 24 julho com a presença de Emerson Alcalde com livro (A) MASSA

segunda-feira, 30 de maio de 2011

EMEF. Olavo Fontoura dia 25/05 - Sarau PERIFATIVIDADE

Na Escola Municipal Olavo Fontoura, tivemos o privilégio de mostrar a iniciativa dos Saraus que contagia alguns pontos das periferia de sampa... Uma proposta de trabalhar com os alunos do EJA de impulsionar a leitura e a escrita de textos e poesias na comunidade. A escola é um importante espaço de difusão para a literatura periférica, assim como já é inciativa de outros Saraus companheiros de diversas regiões, a ação ganha ótimo apoio pela diretoria da escola e chama atenção dos alunos ao interesse dos livros. Valeu ao coletivo que unindo forças para a concretização dessa atividade, está cada vez mais se identificando como agente ativo de intervenção comunitária sócio-cultural. Agradecemos a coordenadora Raquel, ao sub-diretor José Antônio e todos os professores e alunos da escola. Foi muito bom e com um gostinho de quero mais.  







quinta-feira, 26 de maio de 2011

Sábado dia 21 de Maio.

Na 11º Edição do Sarau Perifatividade quem ganhou destaque foi o garoto prodígio do Coletivo, Rodrigo Kauê. Que sempre acompanhado de seu pai Dimenor e sua família Sandra e Denis, fez a festa da noite, tocando bateria, cantando rap e mostrando que veio pra transformar esse mundo louco.. Uma noite com vários poetas, amigos e novos amigos que chegaram pra conhecer o movimento. Tivemos a presença de companheiros como: Fanti Manumilde, Terno, Vinão Alôbrasil, Fabner, Osmar Art Tud, Vander, Biboy, Paulo Rams e toda a galera que faz a força do coletivo ganhar cada vez mais impulso
Rodrigo Kauê cantando Castelo de Madeira (A Família)

Coletivo reunido é nóis q tá....

terça-feira, 24 de maio de 2011

Plano Municipal de Habitação 2009 à 2024! Desinformação e Despejo.



Cidade de São Paulo
Audiência Pública na Casa de Cultura Chico Sciense
Sub-prefeitura do IPIRANGA.

No dia 19 de Maio, nesta última quinta-feira, Rodrigo de Oliveira (Dimenor) e Paulo Rams, representando o Coletivo Perifatividade que junto com alguns companheiros líderes de movimentos de moradia da região do Fundão do Ipiranga, presenciaram uma das últimas audiências públicas da PMH (Plano Municipal de Habitação), que é um plano de urbanização e intervenções integradas na cidade de São Paulo. E planeja suas ações até 2024.
Como audiência pública, a primeira vista o que esperávamos seria uma participação integral da comunidade, para receber esclarecimentos, apresentação de propostas e questionar as ações pouco democráticas por parte da prefeitura. Coisa que não aconteceu, são várias famílias de todas as partes da cidade e ressaltando, a nossa em particular que está sem informação alguma, sobre as obras realizadas pelo orgão público, as remoções o auxilio aluguel e toda a transformação que a prefeitura planeja, e já está praticando. São várias as famílias que estão sendo escurraçadas do lugar de onde mora a anos, que mesmo sendo favelas em condições precárias de moradia, é uma população que não está sendo devidamente informada quanto a essas ações. Estiveram presentes entre outros companheiros; Manoelzinho (UNAS-Heliópolis), Graça e Sr. Dito advogado da CMP (Central de Moradia Popular),  Tereza Lara (NMP-Nacional da Moradia Popular), Maria de Fátima do Jd. Celeste 5, Sr. Carmelo (Favela do Boqueirão), Antônia e Fátima da Vila Liviero, e outros mais. Nesta audiência foram apresentada as datas e os planos de intervênção em todas as comunidades, classificando as áreas em Risco Muito Alto, que são os lugares onde já estão acontecendo as remoções, tais como; Heliópolis, Boqueirão, Jd. São Savério, Vila da Paz e Vila Cristina (Pq. Bristol), Vila Livieiro entre outras. Risco Alto: entre elas se destacam; Monsenhor, Favela do Maristela, Conjunto Habitaconal José Paulino dos Santos, Jd. Clímax I e II. E outras áreas como Risco Médio e Risco Baixo, e que serão executadas as intervenções a partir de 2016. As propostas apresentadas segue um planejamento em torno das chamadas sub-bacias hidrográficas da cidade, para articulação de programs habitacionais com as ações públicas de outros setores. Tal ação denomina-se de PERÍMETROS DE AÇÃO INTEGRADA. 

Para mais informações consulte o site: http://www.habisp.inf.br/

terça-feira, 17 de maio de 2011

Sarau PERIFATIVIDADE 11º Edição

É NESSE SÁBADO 21 de MAIO 
às 19 horas
SARAU 

PERIFATIVIDADE

TRAGA SUA POESIA, COMPARTILHE OS POEMAS QUE MAIS GOSTA.
CHEGUE COM SUA MÚSICA E CRIATIVIDADE.
SUA OPINIÃO AQUI É UMA FORMA DE INTERAÇÃO SOCIAL.

BAR DO BONÉ 
AV: NOSSA SENHORA da SAÚDE nº 1007
NA 
VILA DAS MERCÊS - Fundão do Ipiranga.  

sábado, 14 de maio de 2011

MORTOS DE MAIO, PARA NUNCA ESQUECER

No dia 14/05/2006, dia das mães, em meio ao caos que se instalou em São Paulo, nós aqui do Parque Bristol assistimos, espantados e tristes, a morte de Fabrício de Lima Andrade, de 18 anos, Edivaldo Soares Andrade, de 24 anos, Israel Alves de Souza, de 25 anos, e, em 05/12 do mesmo ano, a morte do único sobrevivente desta chacina aqui no Bristol: o nosso saudoso, guerreiro e querido Fernando Elza, o Malote, então com 22 anos.
Para que não esqueçamos, nunca jamais, republico alguns poemas e estas poucas linhas que não traduzem a saudade, a tristeza e a nossa indignação com o Estado podre.
Esta guerra tem nos deixado marcas que nunca nunca se apagam.

Notícia de Israel

(Panfleto contra todos os homens-blindados-que-cagam-ouro-na-minha-fome-e-na-fome-da-minha-família)

I
Anteontem, em algum lugar do passado, eu via uns rapazes negros, bonitos, pintas de rappers ( entretanto dançavam as danças de roda). Tão iguais e tão diferentes dos que ontem morreram nas mãos da polícia. Dos que ontem mataram "os polícia".

Era dia das mães e os tiros entraram nos meus ouvidos ao mesmo tempo em que imagens da gente toda que eu conheço e confio me passava pelos olhos
e rezas – mais com o corpo que com a lógica – me pesavam por cada um deles. Desordenadamente.

Mas, ai, esqueci de alguns!!!
e três mães acordaram sem filhos.
nem dormiram – o que diz mais.
E eu não ouvi notícia em nenhum telejornal.

Em casa, a recomendação: Dinha, não sai de casa, nem volta de madrugada que a polícia ta matando todo mundo.


II
Quem começou essa briga?
Quem está brigando com quem?

"Quem é marginal?
Quem é a lei?".

Polícia contra bandido?
Ou fardados contra sem farda? Como o jogo de "solteiro e casado", no primeiro dia do ano?

Bandido contra bandido.

Israel no meio, às 11.20 da noite, voltando pra casa da mãe.

Explorado contra explorado.

III

Me mandem matar a polícia!

Eu vou, se isso trouxer
Israel,
Sandro,
Aristides,
Luciano,
Márcio,
Cometa,
Buiú
(toda a família de Elisângela)
Edmarcos e
Hilário
(toda os mortos dos CEDECAS)

de volta.

Me mandem matar os bandidos!

Eu vou, se me deixarem
Matar todos os homens-blindados-que-cagam-ouro-na-minha-fome-e-na-fome-da-minha-família.
Eu mataria capitães do mato
Se eles não fossem de fato
Tão vítimas como são vítimas:
Os policiais fardados,
Os meninos sem camisa,
A mulher de volta pra casa,
Israel, no colo da mãe.

O fuzil de minha palavra
Precisa estar voltado
Pra verdadeira revolução.


15/05/06

Cemitérios Gerais

O nosso tesouro
enterramos
em vilas e jardins.

Três anos depois, o Cachorro
cavuca
o osso

termina de nos roubar.

Outra família enterra
seu ouro
no mesmo
lugar.


CALIBRE 200

"O guerrilheiro é terra móvel
Decisão de liberdade
Na pátria raivosamente escrava"
(Costa Andrade)


Fernando Maloterson (alto!) lidera a lista dos cem.
(Se não qual o outro sentido do pássaro estúpido tomar o teu corpo te por tão no ar?)

Fernando Maloterson (alto!) comanda a lista dos cem.
Bem lá no finzinho, Aristides - o que sonhava ser padre – recepciona os chegantes.

Meninos de exército
novo
assumindo posições.

Por baixo, prossegue essa vida.
Cotidiano instinto de proteção.
Nova milícia
Velha carícia:
a liberdade inscrita
brilhando fria nas mãos.
14/09/07

Ao Mais-Novo caído

Asseguro.
Com certeza pensou no filho.
no menino que seria
o dos teus olhos
pra sempre.
tua mãe também
quando ouviu teu nome
e tiros
pensou no menino dos olhos
dela.
com certeza
lembrou do batismo
bebê no colinho
abandonando, desde cedo,
o pai.

Asseguro.
Pensou na vida
inteira
pela frente
que era sua e queríamos
que vivesse

pensou, talvez, em mim

eu que sangro todo dia
sua vida e sua história
e que endereço a você
meus versos de guerra e de glória
e divido com meus anjos
essa responsabilidade:
garantir tua existência
avançar em tua idade
roubada
até que se prove
o contrário
e você possa

descansar

em paz.

terça-feira, 10 de maio de 2011

MÊS DE MAIO É DIA DE LUTA! VAMOS REIVINDICAR, DIALOGAR E COBRAR POR JUSTIÇA!!!.

Câmara Municipal de São Paulo sediará
Seminário de Juventude dia 21 de maio   
Encontro, que acontecerá em 21 de maio, com o apoio de diversos movimentos e entidades, será o ponto de partida para mapear o perfil e as demandas dos jovens paulistanos. Para o vereador Netinho de Paula, a iniciativa
 tem como foco reafirmar a responsabilidade do Estado na garantia de políticas públicas voltadas à juventude  


A Câmara Municipal de São Paulo realizará, no dia 21 de maio, das 9h às 17h, o Seminário de Juventude da cidade de São Paulo - "São Paulo pela Juventude". Com o apoio de diversos movimentos e entidades ligados aos jovens (veja parceiros abaixo), o encontro pretende abrir um diálogo na cidade para construir um diagnóstico da juventude paulistana e estimular a criação e implementação de políticas públicas voltadas à juventude, exigindo esforços para sua garantia, seja de ordem econômica, social, educativa, cultural ou política.  

Articulando e mobilizando os diversos atores - Estado e sociedade civil – o seminário resultará num mapa sobre o que é e como é composta a juventude da cidade - desde os jovens inseridos em "tribos", em organizações (ONGs, movimento estudantil, associações culturais, torcidas organizadas etc) aos que ainda buscam oportunidades profissionais e educacionais -, que devem interferir e influenciar na vida política e social da cidade.

Trata-se de um importante passo em direção a uma maior aproximação do Poder Legislativo com o tema "direitos da juventude", selando o compromisso da Câmara com a prioridade da garantia dos direitos dos jovens, de acordo com a Emenda Constitucional 65. "Este seminário tem como foco reafirmar a responsabilidade do Estado na garantia de políticas públicas de juventude, incluindo este segmento como parte de um projeto estratégico de desenvolvimento desse município. A Câmara será o palco de debate com o grande objetivo de buscar e apresentar propostas, com perspectiva para superação das violações de direitos", afirma o vereador Netinho de Paula, primeiro secretário da Câmara.

Durante o evento serão realizados debates sobre a temática de juventude, com dinâmicas dos palestrantes e interação de todos os participantes, que serão divididos em grupos de trabalho, ao longo do dia. Ao final, as resoluções e propostas do encontro serão elencadas em um documento a ser enviado à Prefeitura de São Paulo. 


Neste dia de denúncia e de luta contra o racismo, tomamos mais uma vez as ruas de São Paulo e do Brasil para exigir reparações e provocar uma reflexão a toda sociedade brasileira: É preciso dar um basta na violência racista!
33,5 mil jovens serão executados no Brasil no curto período de 2006 a 2012. Negros têm risco quase três vezes maior de serem assassinados – SEDH/UNICEF-2009
· De cada três jovens assassinados, dois são negros – Mapa da Violência 2011. Assassinato de jovens brancos caiu 23,3% enquanto o assassinato de jovens negros cresceu 13,2% - Mapa da Violência 2011. A cada dia morrem de 2,6 mulheres pretas ou pardas por complicações na gestação. O mesmo problema vitima 1,5 das mulheres brancas; 40,9% das mulheres pretas e pardas nunca fizeram mamografia; 18,1% das mulheres pretas e pardas nunca haviam feito Papanicolau – Relatório Desigualdades Raciais UFRJ – 2010. 56,3% das mulheres negras estão ocupadas como empregadas domésticas (INSPIR/ DIEESE/ AFL-CIO, 1999). Dos 6,8 milhões de analfabetos em todo o país que freqüentam ou tinham frequentado a escola entre 2009 e 2001, 71,6% são pretos e pardos - Relatório Desigualdades Raciais UFRJ – 2010
Reivindicações:
·         Contra o genocídio da População Negra;
·        Por reparações históricas para a população negra brasileira;
·   Pela Manutenção das Cotas para negros/as nas Universidades, questionadas pelo DEM no STF, e ampliação dessa política a todas as IES Públicas Estaduais e Federais;
·       Pela Manutenção do Decreto 4487, que regula a Titulação dos Territórios quilombolas;
·       Pela cassação dos mandatos dos parlamentares racistas Jair Bolsonaro (PP-RJ) e Marco Feliciano (PSC-SP), por quebra de decoro e crime de racismo;
·    Tipificação dos casos de violência policial, que resultem ou não em mortes, como crimes de tortura, conforme a Lei 9455/97;
·        Instituição de uma CPI das Polícias de São Paulo, que vise desmantelar milícias, apurar denúncias/crimes e punir responsáveis;
·        Fortalecimento das Ouvidorias e Construção de uma Corregedoria única, autônoma, controle e fiscalização por parte da sociedade civil;
·    Pelo fim do registro de “Resistência seguida de morte” ou “Auto de resistência” para as execuções sumárias;
·        Pelo fim dos fóruns privilegiados para Autoridades e Polícias;
·        Exigência de indenizações para todas as vitimas de violência e/ou seus familiares;

segunda-feira, 9 de maio de 2011

Líder comunitario é espancado por PM´s no Parque Bristol.

Parceiro Terno: ( Organizador  do ESPORTE CLUBE FAVELA, membro de comissão e organização da 2º CAMINHA DA PAZ,  um dos líderes  do MALOCA,  Núcleo  PODER E REVOLUÇÃO e membro do COLETIVO PERIFATIVIDADE, além de MC do grupo PÂNICO BRUTAL).
Guerra é guerra. Durante a contagem regressiva para a Caminhada da Paz
- que será no dia 27/05 - a polícia mostra, ainda uma vez, quem é e a

que veio.


Na última sexta-feira, 06/05, Maciel Mota de Almeida, de 35 anos, uma
importante liderança comunitária da região do Parque Bristol e
arredores, foi pública e brutalmente agredido por policiais da Força
Tática.

Terno, como é conhecido, acompanhava a ação dos PMs que punham fim em
um baile funk que vinha, literalmente, "tirando o sono" dos moradores
da Rua Jorge Morais, Parque Bristol, Zona Sul de São Paulo.

Ironicamente, a vítima havia acabado de postar em seu blog 
(http://futebolrapesamba.blogspot.com) um elogio à ação dos soldados
quando, em uma abordagem surpreendente e truculenta, foi agredido a
socos e revidou. Sua reação causou grande tumulto, pois a população -
vendo o ato de covardia - teria entrado na briga.

O episódio gerou uma denúnica na corregedoria, para os soldados, e um
boletim de ocorrência por desacato à autoridade, para Terno. Veja, na
íntegra, seu depoimento:


De: Du & Dinha

Follow by Email